Principais sintomas que mostram que seus rins não estão funcionando bem.

Qual a função dos Rins?

Os rins tem a função de filtrar o nosso sangue para eliminar substâncias nocivas ao organismo, como amônia, ureia e ácido úrico. Eles também atuam secretando substâncias importantes para nossa saúde. Entre suas funções, pode-se destacar a manutenção do equilíbrio de eletrólitos no corpo, como sódio, potássio, cálcio, magnésio, fósforo, bicarbonato etc.; a regulação do equilíbrio ácido-básico, mantendo o pH sanguíneo constante; a excreção de substâncias exógenas, como medicações; e a produção de hormônios, como aldosterona e prostaglandinas.

Os rins recebem sangue das artérias renais, ramos da aorta que vêm diretamente do coração. Depois de circular pelo grande número de vasos existentes nesses órgãos, o sangue sai, livre das toxinas, pelas veias renais rumo ao coração, e a urina desce pelos ureteres até cair na bexiga.

Como as doenças renais podem se manifestar?

  • Pressão Alta
  • Inchaço ao redor dos olhos e nas pernas
  • Fraqueza constante
  • Náuseas e vômitos frequentes
  • Dificuldade de urinar
  • Queimação ou dor quando urina
  • Urinar muitas vezes, principalmente à noite
  • Urina com aspecto sanguinolento
  • Urina com muita espuma
  • Dor lombar, que não piora com movimentos
  • História de pedras nos rins

Cuidar da saúde global ajuda a proteger a saúde do rim.

As práticas recomendadas incluem:

  • Praticar exercícios físicos regulares;
  • Evitar o excesso de sal, carne vermelha e gorduras;
  • Controle de peso corporal;
  • Controle da pressão arterial;
  • Controle do colesterol e da glicose;
  • Não fumar;
  • Não abusar de bebida alcoólica;
  • Evitar o uso de anti-inflamatórios não hormonais;
  • Cuidar com quadros de desidratação;
  • Realizar, uma vez por ano, exames laboratoriais para avaliar a saúde dos rins: dosagem de creatinina no sangue e análise de urina
  • Consultar regularmente seu clínico;
  • Não fazer uso de medicamentos sem prescrição médica.

Pacientes idosos, portadores de doença cardiovascular e pacientes com história de doença renal em familiares têm grande potencial para desenvolver lesão renal e devem ser investigados com triagem de exames de urina e dosagem de creatinina no sangue.

 

Fonte: Sociedade Brasileira de Nefrologia
Foto:humormagazin.com