Unha encravada nunca mais! Ideias incríveis para não sentir essa dor terrível! Veja!

Os médicos a chamam de Onicocriptose mas, para nós ela é como esse nome, difícil de resolver e a gente não pode nem falar nela que já sente dor. Se deixada sem tratamento, pode virar mais do que apenas um incômodo.
Infelizmente ela pode vir a infeccionar, e como não curam sozinhas, nos casos mais difíceis é preciso intervenção cirúrgica. Por isso não se pode deixar de lado o problema.

Mas você sabe por que ela encrava?
A genética pode ser a causa maior, mas existem inúmeras outras causas, e normalmente acontece no dedão, porém outros dedos podem ser afetados. Veja como:

Cortar a unha errado
Você nunca deve cortar a unha do pé em formato oval, e, sim, reto. Senão, elas podem ser empurradas para dentro da pele e encravar.

Diabetes
Pessoas com diabetes que têm unha encravada com grande frequência definitivamente deveriam avisar o médico. Até pequenos ferimentos podem causar grandes problemas. Por isso, é importante tratar a unha com regularidade e ser especialmente cuidadoso. Como as pessoas com diabetes têm menos sensibilidade nos pés, elas devem buscar a ajuda de um profissional.

Lesões
Unhas lesionadas, foram apertadas abaixo da pele após um acidente? Se isso aconteceu, a pele ao redor da unha tende a se fechar sobre ela, o que pode fazer com que a unha e a pele cresçam de forma desordenada.

Sapato apertado
Sapato apertado, ou que não fique certo no pé, pode causar danos aos dedos. A ponta da unha pode se direcionar para debaixo da pele, fazendo com que ela cresça na direção errada.

Como você reconhece uma unha encravada?
Dor em toda a base da unha
O dedo fica vermelho e inchado
Quando a área está infeccionada, às vezes sai pus e sangue.

Tratamento
Se não confiar, não faça! Tome cuidado e entre em contato com um médico em caso de dúvida.

Use uma bola de algodão
Pegue um pedaço pequeno de algodão e enrole-o entre os dedos até fazer um rolo fino. Agora, coloque o algodão cuidadosamente entre a unha e a pele.

Se ficar dolorido, pare e vá ao médico. Normalmente, você deverá sentir menos pressão, já que a unha não está mais pressionada contra a pele. Deixe o algodão entre a unha e a pele para que ela cresça para fora sozinha. Durante sua próxima limpeza nos pés, troque o algodão.

Mergulhe os pés
Banhos de imersão são um componente importante do tratamento. Eles deixam a pele macia e amolecida. Se você mergulhar os pés em uma bacia regularmente, isso pode ter um efeito preventivo. Fazer este banho para os pés de 2 a 4 vezes por semana por 20 minutos é o jeito mais eficiente de manter os pés saudáveis. Use água morna ou quente.

Mais remédios que ajudam a aliviar a dor
Existem alguns outros remédios que contribuem para curar e aliviar a dor enquanto o seu pé melhora. Eles são:

Vinagre de maçã
Mergulhe um pedaço de algodão em um pouco de vinagre e esfregue na área afetada. Você deve fazer isso várias vezes ao dia. O vinagre de maçã nutre a pele e ajuda a prevenir infecções.

Uma fatia de limão siciliano
Corte uma fatia fina de limão siciliano e esfregue levemente na área afetada. O  limão é bom, principalmente se o dedo já estiver infeccionado. Aí você deve enrolá-lo no dedo com um curativo e deixar durante à noite. O ácido do limão ajuda a combater a infecção.

Óleo de eucalipto
Um pouco de óleo de eucalipto pode oferecer alívio para a dor e ajudar a prevenir infecções.

Em geral, você deve pegar leve com o dedo durante esse período. É melhor andar descalço, usar sapato aberto, e ter cuidado para não r bater a unha em algum lugar.  Mesmo depois do período de recuperação, você deve usar calçados confortáveis e sempre cortar as unhas retas. Elas vão te agradecer por isso.

Obs-Este site fala de tratamentos naturais alternativos. Portanto, não substitui um especialista. Visite o seu médico regularmente.