Sintomas e prevenção do câncer de pele

Um método simples que pode ajudar a precaver-se contra o terrível câncer de pele. Assim, deve-se prestar muita atenção aos sinais que aumentam ou endurecem; mudam de forma; mudam de cor ou sangram.

Se tem sinais com mais de 2 milímetros deve se manter atento a todas as modificações.

Em caso afirmativo aplique a regra A, B, C, D e E e consulte de imediato um dermatologista se encontrar algum dos sintomas seguintes:

A- Assimetria (a forma do sinal é irregular, não redonda);
B- Bordo (o contorno do sinal é irregular, mal delimitado);
C- Cor (o sinal não apresenta uma cor uniforme, tem várias cores);
D- Diâmetro (o diâmetro do sinal é superior a 5mm);
E- Evolução (o sinal tornou-se proeminente em relação à pele que o rodeia: é mais duro ou aumentou de diâmetro).


Atenção que estes sinais de alarme não têm, forçosamente,
que de se manifestar simultaneamente. E deve-se comparar cada mancha com outras pigmentadas ou sinais já existentes com aspecto não modificado.

Seis Fototipos e o câncer:

  1. Cabelos loiros ou ruivos, olhos azuis ou esverdeados, pele muito clara e extremamente sensível; Fica muito vermelha ao sol. O bronzeado é muito lento. Tempo de autoproteção da pele: 5 a 10 minutos
  2. Cabelos louros, olhos azuis, pele clara, fica facilmente vermelha ao Sol. Bronzeia-se ligeiramente e com dificuldade. Tempo de autoproteção da pele: 10 a 20 minutos
  3. Cabelos castanhos, pele clara, olhos claros ou escuros. Bronzeia gradualmente, a pele fica muito vermelha; bronzeado pronunciado, à medida que a pele se habitua gradualmente ao sol. Tempo de autoproteção da pele: 20 a 30 minutos
  4. Cabelos castanhos ou pretos, pele morena e olhos escuros. Pele pouco sensível, raramente sofre queimaduras, bronzeia facilmente. Este tipo de pele não está, no entanto, ao abrigo da formação precoce de rugas ou manchas devidas ao envelhecimento quando a dose de Sol se torna mais forte. Tempo de autoproteção da pele: cerca de 45 minutos
  5. Cabelos pretos, pele escura, olhos castanhos escuros, pele pouco sensível ao sol. Tempo de autoproteção da pele: cerca de 60 minutos.
  6. Cabelos negros, pele e olhos negros. A pele bem adaptada ao Sol. Tempo de autoproteção da pele: cerca de 90 minutos ou superior.

Recomendações

Para melhor usufruir do Sol, eis alguns conselhos:

  • Não se exponha ao Sol entre as 11 e as 16 horas (raios solares mais nocivos);
  • Exponha-se ao Sol de uma forma progressiva, seja qual for o seu fototipo da pele;
  • Use protetor solar UVB e UVA, com um índice elevado nos primeiros dias;
  • Dê especial atenção à proteção do rosto e das costas das mãos – expostas durante mais tempo;
  • Use roupas largas e claras, um chapéu com abas largas e óculos;
  • Beba água para hidratar a pele durante a exposição solar;
  • Não expor ao sol crianças com idade inferior a 3 anos;
  • Proteger as crianças do sol durante todo o ano;
  • Usar proteção e renovar a aplicação mesmo que o céu esteja nublado. As nuvens podem deixar passar até 80% dos raios UV – o risco de excesso de exposição chega a aumentar nestas condições porque a sensação de calor é atenuada, o que leva as pessoas a manterem-se mais tempo no Sol;
  • Examinar a sua pele e a das crianças;
  • Lembrar que não é só na praia que a proteção é necessária, também no campo e na cidade. Ter em conta a influência da altitude. Regra geral, cada quilômetro em altitude aumenta o fluxo ultravioleta em 6% . Pelo contrário, os lugares de altitude inferior ao nível do mar são relativamente pobres em UVB;
  • Evitar o bronzeamento artificial. A pele exposta aos raios ultravioletas UV envelhece prematuramente e o risco de desenvolver um câncer aumenta.

Fonte:www.mulherportuguesa.com