Folhas de aroeira: auxilia nos casos de reumatismo, gota, ínguas, sífilis e muitos outros males…

Muito usada na medicina alternativa, a aroeira mansa é uma árvore de pequeno porte que possui diversas propriedades em suas folhas e casca. Os benefícios trazidos pela planta são inúmeros e podem ser aproveitados na forma de chá e também como banhos e compressas. Mas para conseguir usufruir dos benefícios da aroeira mansa é importante conseguir diferenciá-la da aroeira branca ou brava.

Indicado para casos de tratamento de reumatismo; Faz a febre baixar; Bom para casos de diarreia; Auxilia no tratamento da gota; Indicado para casos de leucorreia, ínguas e sífilis;
Bom para quem sofre de dores ciáticas; Sua propriedade diurética auxilia quem tem problemas urinários;

Pode ser usado em inflamações diversas e em feridas; Bom para Azia, gastrite, tosse, bronquite, dor de dente; é eficaz em micoses, candidíases (uso local)
As folhas da planta são frequentemente usadas para curar feridas, erisipela, infecções cutâneas causadas por bactérias, entre outras.

Quando o caso é de doenças reumáticas, artrite, distensão de tendões, dores ciáticas e gota, pode ser aplicadas em massagens ou compressas e banhos bem quentes.
Para fazer o chá de aroeira: Infusão:

Ferva um litro de água mineral, Coloque 100 g de folhas de aroeira mansa ou vermelha na água; Deixe descansar por até 5 minutos; Tome de 3 a 4 colheres de sopa por dia. Ele pode ser consumido gelado.

Decocção: Ferver um litro de água. Acrescentar 3 ou 4 pedaços da casca de aroeira. Guarde na geladeira e depois de frio, consuma ao longo do dia.

Banhos: Cozinhar um litro de água. Adicionar 25 g de cascas da planta. Com a mistura, tomar o banho mais quente que possa suportar, por 15 minutos.
Obs: Este site fala de tratamentos naturais alternativos, portanto não substitui um especialista. Consulte o seu médico regularmente.