Câncer de mama: aprenda o modo correto de fazer o autoexame

O diagnóstico precoce do câncer da mama permite que o tratamento seja iniciado antecipadamente, o que aumenta as chances de ser eficaz. Aliás, neste momento, o câncer da mama está se tornando uma doença crônica.

Desta forma, o rastreio – através de uma mamografia ou ecografia mamária – assume um papel essencial, sobretudo se houver um histórico de câncer na família e deve ser feito mesmo que não tenha sintomas. Além destes exames de rotina, outra das medidas de detecção precoce do câncer da mama é o autoexame da mama.

Quando fazer o autoexame da mama

autoexame da mama - quando fazer

A partir dos 20 anos: no terceiro ou quinto dia após a menstruação;

Se já não for menstruada: deve escolher uma data fixa do mês para o autoexame.

Como fazer:

Em frente do espelho

autoexame da mama - coloque-se em frente do espelho

 

Com os braços levantados, com os braços ao longo do corpo e de perfil: observe a mama e o mamilo, estando atenta ao tamanho, forma, cor e crostas – especial atenção no caso da pele parecer inflamada, avermelhada ou com aspecto de casca de laranja – ou se existe corrimento ao pressionar o mamilo (muitas vezes o corrimento é benigno, mas há casos em que está associado ao câncer da mama);

Deitada

autoexame da mama - deitada

Com uma almofada por baixo do ombro, apalpe a mama esquerda utilizando a mão direita (a mão esquerda deve estar apoiando a nuca). Repita o processo com a outra mão.

Método das linhas verticais

autoexame da mama: método das linhas verticais

Passe os dedos de baixo para cima e de cima para baixo até percorrer todo o seio.

Método dos círculos concêntricos

autoexame da mama: método dos círculos concêntricos

Partindo da parte de cima do seio, descreva círculos concêntricos no sentido dos ponteiros do relógio.

Método do relógio

autoexame da mama: método do relógio

Divida o seio em seis segmentos imaginários e, a partir da parte de cima (como se fosse nas 12 horas), desça até ao mamilo fazendo pequenos movimentos circulares. Repita nas restantes divisões imaginárias.

Verifique os gânglios linfáticos

autoexame da mama: não se esqueça das axilas

No final, palpe ainda as axilas, procurando a existência de gânglios ou nódulos. Se notar alguma alteração, deve consultar o ginecologista.

Fonte:rotasaude.lusiadas.pt