Carta antiga de Meghan Markle é descoberta por mulher

Enquanto assistia à atriz americana Meghan Markle casando-se com o Príncipe Harry numa cerimônia glamorosa na televisão, a ex-colega de escola de Meghan, Michelle Fanara, teve um flashback de uma época mais sombria do seu passado. Memórias dolorosas, comentários cruéis e assédio impensável percorreram a sua mente. Afinal de contas, os seus anos de secundário não tinham sido os mais fáceis.

Quando Michelle era apenas uma adolescente, a sua tia-avó faleceu e isso partiu o seu coração. Ela começou a se afastar dos outros, a retirar-se das atividades escolares e ninguém reparou que ela estava a afundando-se numa depressão – ninguém exceto Meghan…

Há vinte anos, Meghan escreveu uma carta sincera a Michelle na esperança de estimulá-la durante esse período difícil. Michelle era tímida, então ter alguém de fora do seu pequeno círculo de amigos a prestando atenção significava o mundo. Não foi até trocarem mensagens que Michelle realmente entendeu o quanto Meghan se importava com ela.

“Eu estou aqui se precisar de mim. Te amo”, escreveu Meghan.

Michelle redescobriu a carta que ela tinha inserido nas suas anotações do secundário, e enquanto folheava as suas páginas durante o casamento real, ela encontrou outra mensagem de Meghan. Foi uma explosão do passado.

Ambas as mensagens escritas por Meghan para Michelle fizeram toda a diferença para ela. Sabendo o quão apaixonada Meghan é por causas e esforços humanitários quando adulta, não é surpresa para ninguém que Meghan tenha tirado algum tempo para ajudar uma colega de turma num momento difícil.

Com a ajuda de Meghan, Michelle foi capaz de enfrentar o mundo após a morte da sua tia. Se Meghan não estivesse ao lado de Michelle durante esse período difícil, ela sabe que as coisas poderiam ter ido por um caminho muito mais obscuro…

“Eu queria refugiar-me na minha própria concha e a Meghan disse-me: não, não pode fazer isso, você está aqui, e está aqui por uma razão”, conta Michelle.

Que coisa maravilhosa que Meghan fez antes de se tornar conhecida em todo o mundo pela sua gentileza e generosidade – confirmando a linda alma que ela sempre teve.