Criança de três anos é humilhada e chamada de feia por ser ruiva! A reação da mãe é de partir o coração

Lauren Russel, é a mãe de um menino de 3 anos que sofreu bullying quando ele estava dentro de um transporte coletivo pelo fato de ser ruivo.

O que aconteceu foi muito traumático para o menino, e fez a mãe procurar as redes sociais para desabafar. Veja o ela disse:

“Hoje o meu coração ficou partido. Enquanto estava dentro do ônibus, fui testemunha de um comportamento cruel por parte de um garoto de 13 anos. Infelizmente, esta não foi a primeira vez e eu sei que não será a última.

Leia mais: Mãe “perde a vida” durante o parto – depois, o pai sussurra duas palavras no ouvido dela e fica pálido

Meu filho tem sido alvo de pessoas de todas as idades. E porquê? Porque ele tem o cabelo ruivo. Disseram a ele inclusive que o cabelo dele era nojento, e que o serviço social deveria levá-lo. Já chamaram ele de “feio”.

Meu filho tem apenas 3 anos e isso causou muita confusão em sua mente. Eu me sinto acabada, porque também tenho cabelo ruivo, e sei muito bem o que é crescer sendo alvo de gente cruel. Ele não para de me perguntar por que é que as pessoas não gostam do seu cabelo.

Ele me perguntou se eu poderia mudar a cor do cabelo para que as pessoas gostassem dele. Me perguntou, também, se podia ser como o seu irmão que não tem cabelo ruivo. Eu sinto meu coração partir, quando ele me pergunta isso.

O meu querido filho sempre parece, tão triste, e quero ajudá-lo a passar por essa fase difícil. A razão pela qual estou tornando isto, público, é porque eu sei que estas pessoas cruéis são a minoria. Quero mostrar ao meu filho pequeno, que há mais pessoas boas neste mundo do que más.

Leia também: O noivo surdo observa confuso que a noiva não caminha até ao altar – começa a chorar quando ela levanta a mão

Sempre haverá pessoas gentis e atenciosas que nunca o julgarão. Peço a todas as pessoas que compartilhem isso e mostrem ao meu filho como ele é belo. Quero ajudar outras pessoas com o poder do facebook. Não é bom tratar alguém com indiferença por causa da cor do cabelo, nem agora, nem nunca. Obrigada.”

Acha que outras pessoas deveriam saber desta história? COMPARTILHE!