Pais adotam menino – quando ouvem a oração dele na hora de deitar, ficam de queixo caído

Cole e Jordan Dickerson não tinham dúvidas de que deviam ser pais. Criar uma família era algo que eles sonhavam – e a adoção sempre fez parte do plano. Então, quando Jordan ouviu falar de um menino que precisava desesperadamente de uma família, ela implorou a Cole a chance de trazê-lo para casa.

Para desânimo de Jordan, o universo tinha outros planos para a família Dickerson. Mas quando chegou o dia em que finalmente conseguiram trazer o filho para casa, o destino tinha mais uma surpresa.

Numa publicação emocionante na página Love What Matters, Cole compartilhou a história inspiradora da sua família, como eles adotaram o seu filho Jeremiah e como descobriram que estavam à espera de outro filho.

Cole escreveu:

“A minha esposa Jordan trabalha no Hospital Infantil Le Bonheur. Um dia, ela me disse que estava lá um menino mais lindo. Ela disse que ele só estava lá porque não tinha uma família para cuidar dele. Apenas duas semanas depois, recebi uma mensagem enquanto estava no trabalho, dizia: “querido, você vai orar e pensar seriamente em algo?”, e imediatamente o meu coração bateu mais depressa porque eu sabia que devia ser algo sério no seu coração.

Nós conversamos sobre como éramos apaixonados pela ideia de adotar e desejávamos fazer isso um dia. Conversamos, oramos e decidimos começar as aulas de pais adotivos exigidas pela organização em que ele estava envolvido. Conversamos com as entidades responsáveis e parecia quase impossível iniciar o processo de adoção para uma criança específica com a qual ainda não se está relacionando. Teria que acontecer um milagre… e o resto da história é nada menos do que isso.

Leia também: Funcionária do mercado debocha de idosa na loja, a resposta que recebe a deixa sem palavras

Durante o processo, outro casal apareceu e começou aproximando-se dele, o que nos atingiu em sentido emocional porque já tínhamos uma ligação com ele. Ficamos desapontados e chateados, mas decidimos continuar as aulas para ser futuros pais adotivos.

Passadas duas semanas, enquanto estávamos na nossa viagem de 1 ano de aniversário de casamento, alguém do trabalho de Jordan ligou e disse que Jeremiah tinha sido levado de volta ao hospital por razões médicas e que o casal não podia continuar a cuidar deles pelas suas próprias razões. Nós imediatamente nós caímos em lágrimas, pois sabíamos que era a obra de Deus e que um dia seríamos uma família.

Quando voltamos da nossa viagem, a assistente social queria falar com Jordan no Le Bonheur para ter certeza de que levamos a sério a adoção. Depois de passar pelas aulas para adoção, médicas e de acolhimento, finalmente pudemos trazer o nosso menino para casa em junho de 2017. E em 16 de julho de 2018, nós conseguimos oficialmente adotar o nosso filho!

Certa noite, em abril de 2018, Jeremiah estava orando. Ele disse: “agradeço a Deus, por Jesus, pela minha mamãe e pai e a minha irmãzinha em duas semanas, amém”. Nós olhamos e dissemos um ao outro que não era assim que funcionava.

Apenas algumas semanas depois, descobrimos que Jeremiah ia ter um irmãozinho ou irmãzinha! “

Leia mais: Menina de 13 anos tira a própria vida após ser abusada – e a sua mãe revela carta onde ela conta a dolorosa verdade

No mesmo dia em que Jeremiah descobriu que foi adotado oficialmente, Jordan e Cole revelaram que ele ia ser um irmão mais velho.

Que história linda e inspiradora, COMPARTILHE!