Pais se negam a abortar seu bebê “deformado” – 2 anos depois sua transformação comoveu o mundo

Para algumas pessoas, a gravidez é o momento mais bonito e emocionante das suas vidas. A ansiedade e o desejo de ver o pequeno bebê nascer e tê-lo nos seus braços, é algo que não se compara a qualquer outra coisa. Mas são muitos meses esperando, e às vezes fazemos muitas perguntas sobre se tudo está indo bem e ficamos estressados.

Foi o que Sara Heller e seu parceiro Chris passaram com a chegada do filho Brody. E infelizmente, o que todo mundo temia aconteceu com eles na 24ª semana de gestação.

O nosso bebê é o mais bonito do mundo, isso é algo que todos os pais e mães acham. Por isso, não podemos ficar ofendidos quando alguém faz um comentário que não agrada. Mas quando o comentário é depreciativo como “Qual é o problema no rosto do seu filho?”, a situação muda de figura.

O casal, Sara Heller e Chris Eidam, esperava o seu primeiro filho, quando o médico lhes mostrou uma ecografia em que algo não estava bem. Avisou-os que o seu filho teria algum tipo de defeito congênito que iria afetá-lo por toda a vida. Mas quando o médico lhes perguntou se queriam interromper a gravidez, o casal tinha a certeza: “Se o nosso filho nascer respirando, isso é suficiente para deixarmos nascer”.

Brody veio ao mundo, com uma doença raríssima da qual só se conhecem 9 casos em todo o mundo. O pequeno sofre de lábio leporino bilateral e distúrbio de perda de cromossomo. Isto faz com que a sua aparência não seja igual a dos outros meninos, mas a família longe de ficar com vergonha, compartilha as fotos do menino diariamente com todos os seus amigos do Facebook.

E claro, quase todas as pessoas se encantam com as fotos do menino. Mas nem todos: um comentário especialmente doloroso que foi mencionado “qual é o problema no rosto do seu filho? “, Sara simplesmente respondeu educadamente, mas a verdade é que o comentário os chocou muito, uma vez que não podiam acreditar que com somente 4 meses seu filho já fosse vítima de bullying.

Alguns dias mais tarde, Sara, Chris e o menino foram jantar com alguns amigos em um restaurante. A memória do comentário doloroso ainda flutuava na mente dos jovens pais que se preocupavam com o futuro do filho, conscientes de que a sua aparência poderia causar problemas de aceitação.

Mas quando a garçonete trouxe a conta, iriam ter a surpresa das suas vidas. “A pessoa da mesa ao lado quer dar este presente”, disse-lhes. Sara pensou que apenas se tratava de uma mensagem escrita num guardanapo. Mas não, era algo mais: um cheque no valor de 1000 dólares! O destinatário era “para o seu lindo bebê”.

O doador anônimo já tinha saído quando eles viram a surpresa, então nunca conseguiram agradecer-lhe. Este gesto de altruísmo, na verdade, honra a quem fez. Esses 1000 dólares serão destinados a custear as operações de cirurgia estética a que o menino terá que fazer.

Os pais ficaram magoados com o comentário depreciativo sobre deu filho, mas sabem que nem toda pessoa pensa assim. Graças ao estranho do restaurante, Sara e Chris recuperaram a fé na humanidade num piscar de olhos! Esperamos que o menino recupere-se e que as operações não deixem sequelas.

Após 2 anos de puro amor, Brody está assim:

A sua mãe tem muito orgulho de ter um campeão corajoso como Brody.

O mundo precisa dar oportunidades para crianças como Brody.

O que você acha? Dê seu comentário!