Uma mãe volta para casa com o recém-nascido, mas tem certeza que não é o seu filho: depois de alguns meses ela descobre a verdade

Esta é a história de Mercy Casanalles e Rich Cushworth, um casal de Dallas que viveu uma situação totalmente alucinante e assustadora.

Após casarem, Mercy engravidou e resolveu passar os últimos meses de gravidez e dar à luz na sua cidade, El Salvador. Então, assim o fez, e acabou nascendo um lindo bebê chamado Moses.

Contudo, desde a primeira amamentação, que Mercy disse aos médicos que havia algo estranho no seu filho – ele não parecia o mesmo que tinha tido nos seus braços logo depois do parto, mas os médicos não deram atenção a sua preocupação.

Apesar das dúvidas, o casal decidiu criar o bebê durante 4 meses, e simultaneamente fizeram um teste de DNA. O resultado foi o que previam: o bebê não era filho deles!

Dolorosamente, o casal devolveu a criança que tinham criado como deles, apresentando uma denúncia do desaparecimento de Moses.

Entretanto, a história espalhou-se e descobriu-se que se tratava de um caso de tráfico de crianças, e o médico de Mercy foi preso!

O casal fez inúmeros apelos para reencontrar o adorado filho desaparecido, deram inúmeras entrevistas, e nunca desistiram.

Com o tempo, as possibilidades foram reduzidas a quatro crianças nascidas no mesmo dia e no mesmo hospital que Moses. Após a realização de todos os testes de DNA, finalmente encontraram o filho do casal!

Foram precisos vários meses de batalhas judiciais no tribunal, assim como acusações públicas, até o casal poder ter uma certidão de nascimento e passaporte para a criança. Passados 9 meses, puderam levar o bebê para Dallas.

Casal no aeroporto

Compartilhe!